terça-feira, 17 de outubro de 2017

Equipes do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM) entre os dias 14 e 16 conseguiram localizar e deter sete pessoas na região norte do Estado. Elas são suspeitas de tentarem roubar um caminhão carregado de cigarros que trafegava nas proximidades do município de São Bento. Além de recuperar a carga avaliada em torno de R$ 400 mil, cinco veículos foram recuperados.
A tentativa do roubo ocorreu numa rodovia próxima a São Bento – TO, na tarde de sábado, 14, quando seis homens armados perseguiram um caminhão e o veículo dos seguranças que faziam a escolta da carga. Após capotarem, os seguranças foram rendidos pelos bandidos que também subtraíram as suas armas.
Os criminosos roubaram o caminhão, mas logo em seguida o veículo atolou e quando tentavam desatolar foram surpreendidos com a presença dos policiais militares. Antes de serem abordados, empreenderam fuga abandonando a carga.
No local as equipes apreenderam um carro (voyage) usado pelos criminosos como veículo de apoio. Também foi apreendido um caminhão clonado que provavelmente seria utilizado para fazer o transporte da carga roubada.
Dando continuidade às diligências na madrugada de domingo, 15, no Projeto de Assentamento Vinícius Consolação, município de São Bento, dois homens em uma motocicleta foram abordados. Um deles informou que veio fazer o resgate do companheiro. Já o outro confessou que participou diretamente na tentativa do roubo à carga. Ele acrescentou que no momento do crime estava com mais pessoas dentro de uma caminhonete (S-10), sendo abandonada posteriormente próxima à cidade de Axixá.


A caminhonete foi localizada no local informado com a frente amassada. Através das técnicas de identificação veicular, os policiais constataram que também era clonada. O veículo foi roubado na cidade de Castanhal – PA.
Outro veículo foi recuperado pela PM no município de Sítio Novo-TO, dessa vez um fiat uno, os assaltantes roubaram para utilizarem na fuga.
Ainda no domingo, na rodovia TO 405, próximo à entrada de Maurilândia, os policiais abordaram um taxi com placa de Imperatriz – MA, dentro do veículo havia três indivíduos suspeitos. Ao ser indagado sobre a situação, o taxista informou que foi acionado por um dos suspeitos para buscar dois amigos no trevo da cidade de São Bento.
A PM continuou em busca de mais envolvidos e a população contribuiu informando que havia mais dois suspeitos nas proximidades do Projeto de Assentamento Vinícius Consolação. Com a denúncia, no início da noite, mais um homem foi detido.
Na madrugada dessa segunda-feira, 16, os policiais em patrulhamento pelo assentamento visualizaram um indivíduo saindo da mata. Ao perceber a presença das equipes, o autor usou uma arma de fogo calibre 22 e atirou contra os policiais, que para repelir injusta agressão também atiraram. O infrator foi atingido e encaminhado ao Hospital Municipal de São Bento, onde ainda chegou com vida. Em seguida ele foi conduzido ao Hospital de Araguatins, mas não resistiu.
Todas as pessoas detidas foram encaminhadas à delegacia para os procedimentos cabíveis. Alguns membros da quadrilha já responderam por crimes como de homicídio e roubo, inclusive o homem que confrontou a PM.
PM TO

TOCANTINS- SETE SUSPEITOS DE TENTAREM ROUBAR CARGA AVALIADA EM R$ 400 MIL SÃO DETIDOS PELA PM. ARAGUAÍNA NEWS


Policiais Civis da Delegacia Interestadual de Capturas (Polinter), coordenados pela delegada Suraia Carvalho Vilela, prenderam, na manhã desta segunda-feira, 16, em Palmas, Alessandre de Oliveira Costa, 34 anos, Edimilson Barbosa dos Santos, 42 anos e Carlos Alberto Andrade de Souza, 35 anos. Os três são acusados por crimes como homicídio e tráfico de drogas e foram capturados, mediante cumprimento de mandados de prisão preventiva.
De acordo com a delegada Suraia Carvalho Vilela, Alessandre foi condenado pela prática de um crime de homicídio, no ano de 2010, na região Sul de Palmas. Atualmente ele estava cumprindo pena em regime domiciliar, mas descumpriu as medidas impostas pela justiça e, desta maneira, teve sua prisão preventiva decretada e cumprida nesta segunda-feira.
Carlos Alberto responde pelo crime de tráfico de drogas e, atualmente, cumpria pena em regime domiciliar com monitoramento de tornozeleira eletrônica, no entanto, também descumpriu as condições estabelecidas pelo Poder Judiciário, sendo preso, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva.
Edimilson cumpria prisão domiciliar pelo crime de homicídio e também estava sendo monitorado com uso de tornozeleira eletrônica, todavia descumpriu as condições estabelecidas pela justiça e, desta maneira, teve sua prisão decretada e cumprida nesta segunda-feira.
Após serem presos, Carlos Alberto, Edimilson e Alessandre foram conduzidos à sede da Polinter, onde a delegada deu cumprimento aos mandados de prisão, oriundos da 4ª Vara Criminal da Comarca de Palmas e em seguida, foram recolhidos à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.
Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

POLÍCIA CIVIL PRENDE NO TOCANTINS ACUSADOS POR CRIMES DE HOMICÍDIO E TRÁFICO DE DROGAS. ARAGUAÍNA NEWS


Período chuvoso está começando e algumas dicas são importantes. São 17,1 raios por quilômetro quadrado, segundo o grupo de eletricidade do Instituto Nacional de Meteorologia.



Internauta registra raio no céu da capital do Tocantins (Foto: Jackson Gomes/Arquivo pessoal)


Internauta registra raio no céu da capital do Tocantins (Foto: Jackson Gomes/Arquivo pessoal)

O Brasil tem uma média anual de 77,8 milhões de raios. O Tocantins é o estado com maior densidade de descargas atmosféricas. São 17,1 raios por quilômetro quadrado. Em Palmas, uma tempestade registrada em março deste ano teve cerca de 300 raios em duas horas. Com isso, é importante tomar cuidados para evitar acidentes e prejuízos com equipamentos eletrônicos.
No ranking entre as capitais, Palmas ocupa o segundo lugar com 19,21 raios por quilômetro quadrado. Quem lidera é Rio Branco (AC), com 30,13. Os dados são do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).
Com a chegada do período chuvoso no Tocantins, o G1 conversou com o professor de engenharia elétrica Luíz Claudio Ferreira Lima. Ele deu algumas dicas de medidas de segurança que devem ser aplicadas para evitar acidentes.
O que se deve fazer ao observar a chegada de uma tempestade:
  • Se a casa tiver um disjuntor interno é recomendado desligar;
  • Não deixar os equipamentos eletroeletrônicos ligados nas tomadas;
  • Ficar afastado de janelas e objetos metálicos;
  • Não andar descalço e evitar banhos em chuveiro elétrico;
  • Não fazer instalação de qualquer tipo de antena se o tempo não estiver bom;
  • Procurar abrigo debaixo de edificações cobertas, nunca debaixo de árvores;
  • Não usar o telefone fixo durante tempestades;
Cuidados para evitar acidentes elétricos no dia a dia:
  • Evitar trabalhar com equipamentos elétricos [máquina de lavar roupas, tanquinho e etc] descalço;
  • Não colocar a mão dentro de máquinas de lavar roupa ligadas na tomada;
  • Nunca usar equipamentos que tenham molhado;
  • Deve se fazer uma manutenção periódica na rede elétrica;
  • Trocar equipamentos e fiações antigas por produtos mais modernos;
  • Fazer um aterramento de toda a rede elétrica da casa.



Fonte:G1 TO

TOCANTINS É O ESTADO COM MAIOR DENSIDADE DE RAIOS. ARAGUAÍNA NEWS


Funcionários disseram que Maternidade Dona Regina não tinha condições para fazer cesariana. Gestantes foram levadas para o Hospital de Miracema, a 80 km de distância.



Grávidas são transferidas do Hospital Dona Regina para o Hospital de Miracema, a 80 quilômetros (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Grávidas em trabalho de parto são transferidas de maternidade por falta de roupas limpas

Grávidas internadas no Hospital e Maternidade Dona Regina, em Palmas, tiveram que ser transferidas às pressas para o hospital de Miracema, a mais de 80 km de distância. O caso ocorreu na noite desta segunda-feira (17). Segundo funcionários, a maternidade não tinha roupas limpas para fazer cesarianas. 
Grávida de nove meses, a trabalhadora rural Bianca Diógenes, estava internada no Dona Regina, mas não pôde fazer o parto. Ela foi uma das que precisaram ser transferidas. "Não tem outro meio de tê-lo aqui. Estou sentindo dor e vai ser ruim para mim", lamentou.
A estudante Deiara Alves, que a acompanhava, disse que a maternidade não tinha o básico para fazer a cirurgia. "Não vai poder fazer a cesariana porque está sem roupa esterilizada, a máquina parece que deu problema".

As gestantes estavam em trabalho de parto, no momento em que foram levadas para o outro hospital.
O administrador Raimundo Silva teve que levar lençóis para a maternidade. A mulher dele também não recebeu roupa apropriada por parte do hospital. "Eu fiquei muito aflito, fiquei nervoso, estou nervoso, porque penso, se caso ela não consiga o parto normal, seja transferida para lá também. É uma situação constrangedora. Num hospital que é referência, era para ter todo o equipamento, todo o aparato disponível para as mães, para os pais. A gente quer agilidade e segurança".
A assistente administrativo Anid Nascimento está preocupada. Aos nove meses de gestação do primeiro filho, espera, no mínimo, um parto tranquilo. "Hoje me informaram que não está fazendo cesária, que outras mães precisaram ser transferidas e me mandou para casa novamente. Muito medo de acontecer alguma coisa".
Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que o serviço de rouparia da Maternidade Dona Regina ficou temporariamente comprometido nesta segunda-feira porque duas máquinas de lavar ficaram sem funcionar mas que uma já foi consertada e a outra vai ser entregue no fim desta tarde.
Sobre as grávidas terem sido transferidas para Miracema e não para um hospital mais próximo, a assessoria da Secretaria de Saúde disse que o hospital de Miracema estava em melhores condições para atende-las.

G1 TO

GRÁVIDAS EM TRABALHO DE PARTO SÃO TRANSFERIDAS DE MATERNIDADE POR FALTA DE ROUPAS LIMPAS. ARAGUAÍNA NEWS


A cada ano, quase 3 milhões de jovens abandonam a escola no Brasil. É o que apontou o estudo Políticas Públicas para Redução do Abandono e Evasão Escolar de Jovens, elaborado pelo Ensino Superior em Negócios, Direito e Engenharia (Insper) e divulgado hoje (17).
Ao final deste ano, um em cada quatro jovens entre 15 e 17 anos de idade vão abandonar seus estudos, não vão se matricular para o ano seguinte ou serão reprovados. Isso corresponde a um universo de 2,8 milhões de pessoas (27%), entre os 10 milhões de jovens estimados no país nessa faixa etária e que deveriam, de acordo com a Constituição, estar frequentando a escola.
Desse total de 10 milhões de jovens, cerca de 15% ou 1,5 milhão, sequer vão se matricular para o início do ano letivo. Do restante, entre aqueles que se matriculam, cerca de 7% ou 700 mil jovens vão abandonar a escola antes do final do ano. Além disso, cerca de 600 mil alunos (5%) serão reprovados por faltas, o que completa os 2,8 milhões de jovens que estarão fora da escola a cada ano.
Segundo o estudo, mais da metade desses jovens (59% do total ou cerca de 6,1 milhões) vai concluir o Ensino Médio com no máximo um ano de atraso. Além de todos os problemas que isso provocará para o futuro desse jovem e para o país, a evasão (ausência de matrícula no início do ano letivo) e o abandono escolar (desistência durante o ano escolar) dos jovens também implica em prejuízo econômico: cerca de R$ 35 bilhões por ano são desperdiçados no país por causa dessa realidade.
O estudo mostra ainda que houve uma estagnação na matrícula dos jovens entre 15 e 16 anos e que a porcentagem de jovens de 17 anos fora da escola cresceu 6 pontos percentuais nos últimos 15 anos, passando de 34% para 39,8%. Isso, segundo o estudo, contradiz uma tendência mundial: dados da Unesco apontam que 74% dos países avançam mais rapidamente na inclusão de jovens de 15 a 17 anos que o Brasil.
Os dados revelam que mais da metade das nações tem menor porcentagem de jovens fora da escola que o Brasil. Se manter este ritmo, o país levará 200 anos para atingir a meta estabelecida no Plano Nacional de Educação: universalizar o atendimento escolar para essa faixa etária – que, pelo plano, deveria ter sido concluída no ano passado.
Ensino médio
Dentre outras alternativas, o estudo propõe a criação de cursos profissionalizantes, um sistema de aconselhamento e práticas esportivas e artísticas Arquivo/Agência Brasil


























Solução para o desengajamento

As principais razões para o chamado “desengajamento dos jovens”, segundo o estudo, estão associadas à pobreza e à dificuldade de acesso, tais como a falta de escolas na comunidade onde o jovem vive ou a falta de recursos para o transporte até a escola. Há também questões relacionadas à inadequação do currículo adotado, do clima escolar e da baixa qualidade dos serviços oferecidos pela escola.
Para reverter o quadro, o estudo propõe a criação de políticas públicas para diminuir o desengajamento como a garantia de acesso principalmente para aqueles que vivem em áreas rurais ou que têm alguma deficiência ou para jovens que cumprem pena privados de liberdade.
O estudo também propõe a criação de cursos profissionalizantes, um sistema de aconselhamento, práticas esportivas e artísticas, aumento das atividades à distância e flexibilização dos horários das aulas e do modelo de avaliação para ajudar a reduzir a evasão escolar.
O estudo Políticas Públicas para Redução do Abandono e Evasão Escolar de Jovens é organizado pela Fundação Brava, pelo Instituto Unibanco e pelo Instituto Ayrton Senna e está disponível no site Galeria de Estudos e Avaliação de Políticas Públicas, o Gesta.

Agencia Brasil 

UM EM CADA QUATRO JOVENS VAI ABANDONAR O ENSINO MÉDIO ATÉ O FINAL DO ANO. ARAGUAÍNA NEWS


Brasília - Ministro Alexandre de Moraes durante sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) para decidir se parlamentares podem ser afastados do mandato (Rosinei Coutinho/SCO/STF)
O ministro Alexandre de Moraes disse, em sua decisão, que "os deputados e senadores são mandatários do povo e devem observar total transparência em sua atuação”      Rosinei Coutinho/SCO/STF



























O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou hoje (17), por meio de decisão liminar, que a votação sobre o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) seja realizada de forma aberta e nominal pelo plenário do Senado.

Moraes acolheu os argumentos do senador Randolphe Rodrigues (Rede-AP), que ingressou ontem (16) com um mandado de segurança no Supremo para garantir a votação aberta, após o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), ter sinalizado a discussão com líderes partidários de uma possível votação secreta.

Rodrigues argumentou que o artigo 53 da Constituição foi modificado por uma emenda em 2001, após a qual ficou expressamente decidido que a votação sobre afastamento de parlamentar deveria se dar de forma aberta.

“Diferentemente do eleitor, que necessita do sigilo de seu voto como garantia de liberdade na escolha de seus representantes, sem possibilidade de pressões anteriores ou posteriores ao pleito eleitoral, os deputados e senadores são mandatários do povo e devem observar total transparência em sua atuação”, escreveu Moraes na decisão desta terça-feira.
“Não há liberdade sem responsabilidade”
O ministro ressaltou o princípio republicano da publicidade dos atos de agentes público. “Não há liberdade sem responsabilidade, o que exige nos votos dos parlamentares a absoluta necessidade de prestação de contas a todos os eleitores”, disse.

Nesta terça-feira, o plenário do Senado deve decidir se mantém ou revoga o afastamento de Aécio Neves do exercício de seu mandato, determinado pela Primeira Turma do STF no fim de setembro. A votação foi marcada depois que, na semana passada, a Corte decidiu pela necessidade do aval dos pares para o afastamento de congressistas.

Aécio foi afastado em decorrência do inquérito em que foi denunciado por corrupção passiva. O senador foi gravado pedindo ao empresário Joesley Batista R$ 2 milhões, em troca de sua atuação política. O parlamentar tucano nega qualquer ato ilícito, afirmando que a quantia se refere a um empréstimo pessoal.

Agencia Brasil 

STF DETERMINA QUE VOTAÇÃO SOBRE AFASTAMENTO DE AÉCIO NEVES SERÁ ABERTA. ARAGUAÍNA NEWS

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com