quinta-feira, 29 de junho de 2017

ACUSADO DE MATAR COMPANHEIRA E ENTERRAR CORPO VAI A JÚRI POPULAR EM ARAGUAÍNA. ARAGUAÍNA NEWS


O homem confessou o assassinato e está preso na Casa de Prisão Provisória de (CPP) de Araguaína. Crime aconteceu em julho do ano passado e corpo foi encontrado em um matagal.

O homem suspeito de matar e enterrar o corpo da companheira, Edilene Oliveira da Silva, de 30 anos, vai a júri popular em Araguaína, no norte do Tocantins. O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual (MPE) e acatado pela Justiça. O crime aconteceu em julho de 2016. Aldenir Alves Texeira confessou o assassinato. 
O suspeito teria matado a cabeleireira no dia 14 de julho do ano passado após uma discussão entre o casal. O corpo dela foi encontrado enterrado em um matagal três meses depois do desaparecimento.
Alves está preso na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Araguaina. O julgamento ainda não tem data para ser realizado.

Entenda

Edilene era dona de um salão de beleza em Araguaína. Segundo a polícia ela foi vista pela última vez com o ex-marido após voltarem de uma viagem ao Maranhão. O casal teve dois filhos. O corpo da da mulher foi encontrado em outubro de 2016, enrolado em um colchão e enterrado em uma vala de 30 centímetros de profundidade em uma região de chácaras da cidade.
Na época do assassinato, a polícia informou que Alves tentou enganar a polícia se passando por vítima. Ele teve a prisão decretada como principal suspeito de matar a própria mulher.


Por TV Anhanguera

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com