quinta-feira, 10 de agosto de 2017

COM QUEDA DE 30% NO ORÇAMENTO, UFT TEM REDUÇÃO NO INCENTIVO À PESQUISA E ESPORTE. ARAGUAÍNA NEWS


Além do corte, orçamento para obras e compras também teve 40% bloqueado em 2017. Universidade diz que novos cortes estão previstos para este ano.


Câmpus Palmas da Universidade Federal do Tocantins (Foto: UFT/Divulgação)



Obras paradas e bolsas em atraso têm sido reclamação de estudantes da Universidade Federal do Tocantins (UFT) desde o início de 2017. Uma das explicações para os problemas é a queda no orçamento da instituição, que sofreu um corte de quase 30% em relação ao ano passado no dinheiro para investir em obras, compra de equipamentos e materiais. Além disso, 40% do orçamento previsto para este ano foi bloqueado.
Acadêmicos afirmaram que os cortes estão afetando diretamente os estudantes. Isso porque verbas de incentivo à pesquisa e assistência aos alunos foram afetadas, como no caso de quem precisa apresentar ou desenvolver pesquisas fora do estado. O apoio aos esportes também teve redução.
"Afeta diretamente a manutenção do aluno na universidade, como as bolsas de iniciação cientifica, as questões estruturais da universidade. Todas as áreas esse corte afeta. Não basta entrar na universidade é preciso se manter. Vem afetar principalmente o estudante que tem vulnerabilidade socioeconômica e mais necessita dos programas da universidade e de oportunidades", disse Aline Soares, conselheira discente da UFT e presidente do Centro Acadêmico de Pedagogia.
Conforme a instituição, também houve queda nos recursos destinados para custeio da universidade. Foram 14% a menos em relação a 2016, verba que ainda teve 15% bloqueado pelo governo federal. Segundo a reitoria, há previsão de novos cortes no orçamento ainda para este ano.
Apesar disso, a universidade tem retomado obras de reforma em laboratórios e salas de aula e investido em formas de economizar para tentar fechar as contas. De acordo com a UFT, foram investidos R$ 2,5 milhões em ações para diminuição do custeio da instituição.
"Entre as ações está a campanha de economia de energia e o investimento em geradores em alguns espaços da universidade; a iniciativa consiste na instalação de grupos geradores de energia em pontos estratégicos do Câmpus de Palmas para que sejam acionados nos horários de pico de consumo", disse a universidade em nota.

G1 To

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com