quinta-feira, 17 de agosto de 2017

GRÁVIDAS COM TROMBOFILIA PODEM PERDER BEBÊS POR FALTA DE INJEÇÕES NA REDE PÚBLICA. ARAGUAÍNA NEWS


Condição que contribui para o entupimento de veias pode levar ao aborto. Doméstica em Palmas já abortou duas vezes e agora luta para manter terceira gestação.



Doméstica já sofreu dois abortos e teme perder terceira gestação (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Doméstica já sofreu dois abortos e teme perder terceira gestação (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Em Palmas, 23 grávidas com trombofilia, condição que contribui para o entupimento de veias e que pode levar ao aborto, estão sem acesso a um medicamento essencial para manter a gestação. O problema é que as injeções estão em falta nos postos de saúde de Palmas há pelo menos um mês. Uma das prejudicadas é a doméstica Valdenir Pereira, que já sofreu dois abortos e agora luta para manter a terceira gestação.
A doméstica está grávida de quatro meses e precisa tomar uma injeção por dia até o oitavo mês. A medicação custa em média R$ 100 a dose. Por isso, ela recorreu à saúde pública, mas sem sucesso.
“Só dizem que é responsabilidade do município e que a secretaria do município tem que fornecer para eu poder tomar. Eu já fui à secretaria e está em falta. Não está tendo o medicamento”, contou.

A ginecologista Clélia Motta explica que sem o medicamento, dificilmente a mulher que tem trombofilia consegue concluir uma gravidez sem complicação.
“Esse é o único medicamento atualmente que vai evitar o aborto. Por isso, ele tem que ser tomado até o fim da gestação”, explicou.
Esse é o medo de Valdenir, que já perdeu outras duas gestações e teme que o mesmo aconteça com o bebê que está esperando.

 Fonte: G1 To

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com