terça-feira, 22 de agosto de 2017

PREFEITO DE GURUPI É ALVO DE AÇÃO JUDICIAL POR PAGAR R$ 400 MIL A TIME DE FUTEBOL. ARAGUAÍNA NEWS


Recurso foi destinado ao Gurupi Esporte Clube, no ano passado. MPE alega que Laurez Moreira (PSDB) cometeu ato de improbidade administrativa.

Gurupi Esporte Clube recebe R$ 400 mil da prefeitura da cidade no ano passado (Foto: Esequias Araújo/Jornal do Tocantins)Gurupi Esporte Clube recebe R$ 400 mil da prefeitura da cidade no ano passado (Foto: Esequias Araújo/Jornal do Tocantins)Gurupi Esporte Clube recebe R$ 400 mil da prefeitura da cidade no ano passado (Foto: Esequias Araújo/Jornal do Tocantins)
A transferência de R$ 400 mil ao time do Gurupi levou o prefeito da cidade, Laurez Moreira (PSDB), a ser alvo de uma ação por parte do Ministério Público Estadual. Conforme o órgão, a transferência dos recursos configura enriquecimento ilícito e dano ao erário. O MPE pediu que o prefeito seja condenado por ato de improbidade administrativa.
A promotoria alega que em abril do ano passado, o município de Gurupi enviou à Câmara Municipal um projeto de lei autorizando a doação do recurso ao Gurupi Esporte Clube. Os vereadores aprovaram.
Mas, conforme o MPE, o dinheiro repassado ao clube não cumpriu com o objetivo, que era tornar a escolinha de futebol acessível aos jovens em situação de vulnerabilidade social. Além disso, o recurso teria sido destinado para bancar os gastos do Gurupi no campeonato tocantinense de futebol de 2016, aponta a promotoria.
Laurez Moreira (PSDB) é prefeito de Gurupi (Foto: Divulgação)
Laurez Moreira (PSDB) é prefeito de Gurupi (Foto: Divulgação)

O Ministério Público alega ainda que na época o prefeito era o presidente de honra do clube e deu ao presidente do Gurupi um cargo comissionado na prefeitura.
Outro fato que chamou a atenção, segundo o MPE, foi a realização de alguns torneios, promovidos pela Federação Tocantinense de Futebol no município de Gurupi, cujas taças e troféus levaram o nome do prefeito, em ato de promoção pessoal, o que contraria o princípio da impessoalidade.

Em resposta, a Prefeitura de Gurupi disse que o assunto já foi objeto de uma outra ação e que o município obteve decisão favorável, já que o repasse foi feito em cumprimento a uma lei municipal aprovada pelos vereadores da cidade.
Ainda conforme a prefeitura, o repasse é autorizado pela Constituição Federal. Por fim, disse que o prefeito ainda não foi citado sobre a nova ação, mas fará que a defesa assim que tiver oportunidade.

G1 TO

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com