quarta-feira, 20 de setembro de 2017

FAZENDA ALVO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE É CONHECIDA POR SER LOCAL DE MAIOR APREENSÃO DE DROGAS NO ANOS 90. ARAGUAÍNA NEWS


Em 1994, polícia apreendeu 7 toneladas de cocaína, na época, a maior apreensão da América Latina. Justiça determinou a saída de integrantes do MST do local.


fazenda localizada em Fortaleza do Tabocão, onde a Justiça determinou a reintegração de posse contra integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, nesta terça-feira (19), esteve envolvida em uma operação policial no ano de 1994. Na época, a polícia encontrou sete toneladas de cocaína na região e foi a maior apreensão da droga na América Latina. 
As investigações da época apuraram que a droga era processada em laboratórios diferentes. Eles eram identificados pela cor dos pacotes e por causa das inscrições estampadas nos tabletes de cocaína. A origem era o Cartel de Cali, um cartel de drogas, situado na região sul da Colômbia, ao redor da cidade de Cáli, que controlava grande parte das exportações da droga.
Região foi local de maior apreensão de drogas nos anos 90 (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Região foi local de maior apreensão de drogas nos anos 90 (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Depois do crime, a área foi transferida para a União, mas uma família alega que comprou as terras. “O antigo fiel depositário dessa fazenda, por mais de 10 vezes foi ao Incra devolver a terra, o Incra não tomou nenhuma providência. O meu cliente é um investidor do Paraná, veio para cá, comprou a posse da terra e imediatamente começou a titulação no Terra Legal”, explicou o advogado Nicolau Demétrio.
Para a Defensoria Pública, as pessoas que dizem ter comprado a área, são posseiros em área federal. “Há um particular que vinha a explorando há algum tempo. Um posseiro que usava como fazenda, como sua fazenda, depois houve o ingresso de trabalhadores ligados aos movimentos sociais nessa área, reivindicando que ela fosse destinada à reforma agrária”, afirmou o defensor público Pedro Alexandre Aires.

Forças de segurança começam desocupação de fazenda em Fortaleza do Tabocão (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)
Forças de segurança começam desocupação de fazenda em Fortaleza do Tabocão (Foto: Cassiano Rolim/TV Anhanguera)

Reintegração de posse

Nesta terça-feira (19), quatro oficiais de Justiça foram ao local acompanhados da polícia, com o apoio do helicóptero do estado. Horas antes, os integrantes do MST fizeram um protesto. Atearam fogo em pneus e entulhos para bloquear a rodovia às margens da fazenda.
Segundo o MST, 500 famílias ocupavam a área desde abril deste ano, depois de sair de outro acampamento na BR-153. Parte das famílias aceitou deixar o local, mas alega que não tem outro lugar para viver.
“Aqui tem criança demais, que precisa disso aqui para sobreviver, gente que não tem nem para onde ir”, lamentou uma mulher que vivia na área.
O agricultor Dalcimar Tavares contou que parte das famílias ai para a beira da estrada esperar uma resposta.
Uma família que plantou feijão e melancia promete continuar no local. “Muita tristeza. Meu coração sangra”, lamentou a agricultora Maria do Carmo de Oliveira.


G1 TO


Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com