terça-feira, 17 de outubro de 2017

GRÁVIDAS EM TRABALHO DE PARTO SÃO TRANSFERIDAS DE MATERNIDADE POR FALTA DE ROUPAS LIMPAS. ARAGUAÍNA NEWS


Funcionários disseram que Maternidade Dona Regina não tinha condições para fazer cesariana. Gestantes foram levadas para o Hospital de Miracema, a 80 km de distância.



Grávidas são transferidas do Hospital Dona Regina para o Hospital de Miracema, a 80 quilômetros (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Grávidas em trabalho de parto são transferidas de maternidade por falta de roupas limpas

Grávidas internadas no Hospital e Maternidade Dona Regina, em Palmas, tiveram que ser transferidas às pressas para o hospital de Miracema, a mais de 80 km de distância. O caso ocorreu na noite desta segunda-feira (17). Segundo funcionários, a maternidade não tinha roupas limpas para fazer cesarianas. 
Grávida de nove meses, a trabalhadora rural Bianca Diógenes, estava internada no Dona Regina, mas não pôde fazer o parto. Ela foi uma das que precisaram ser transferidas. "Não tem outro meio de tê-lo aqui. Estou sentindo dor e vai ser ruim para mim", lamentou.
A estudante Deiara Alves, que a acompanhava, disse que a maternidade não tinha o básico para fazer a cirurgia. "Não vai poder fazer a cesariana porque está sem roupa esterilizada, a máquina parece que deu problema".

As gestantes estavam em trabalho de parto, no momento em que foram levadas para o outro hospital.
O administrador Raimundo Silva teve que levar lençóis para a maternidade. A mulher dele também não recebeu roupa apropriada por parte do hospital. "Eu fiquei muito aflito, fiquei nervoso, estou nervoso, porque penso, se caso ela não consiga o parto normal, seja transferida para lá também. É uma situação constrangedora. Num hospital que é referência, era para ter todo o equipamento, todo o aparato disponível para as mães, para os pais. A gente quer agilidade e segurança".
A assistente administrativo Anid Nascimento está preocupada. Aos nove meses de gestação do primeiro filho, espera, no mínimo, um parto tranquilo. "Hoje me informaram que não está fazendo cesária, que outras mães precisaram ser transferidas e me mandou para casa novamente. Muito medo de acontecer alguma coisa".
Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que o serviço de rouparia da Maternidade Dona Regina ficou temporariamente comprometido nesta segunda-feira porque duas máquinas de lavar ficaram sem funcionar mas que uma já foi consertada e a outra vai ser entregue no fim desta tarde.
Sobre as grávidas terem sido transferidas para Miracema e não para um hospital mais próximo, a assessoria da Secretaria de Saúde disse que o hospital de Miracema estava em melhores condições para atende-las.

G1 TO

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com