sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

CERCA DE 3 MILHÕES DE ANIMAIS JÁ FORAM VACINADOS CONTRA FEBRE AFTOSA NO TOCANTINS; CAMPANHA SEGUE ATÉ O PRÓXIMO DOMINGO. ARAGUAÍNA NEWS


Número corresponde a 84% do total previsto para ser imunizado nesta etapa da vacinação, que foi prorrogada recentemente por causa da baixa adesão dos criadores de gado. Os pecuaristas devem informar Adapec até o dia 20 de dezembro.
Imagem
Prorrogada por causa da baixa adesão dos criadores de gado, a campanha de vacinação contra febre aftosa no Tocantins termina no domingo, dia 10 de dezembro. A Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adapec) informou ao Norte Agropecuário que até quinta-feira, 7, já haviam sido vacinados e declarados aproximadamente 84% do rebanho em idade vacinal, ou seja 3,1 milhões de animais dos 3,7 milhões que devem ser envolvidos nesta etapa, com idade de até 24 meses. “É necessário enfatizarmos que a declaração do rebanho segue até o dia 20 de dezembro e a maioria dos produtores rurais deixa para declarar a vacinação nos últimos dias, e é por meio da declaração que se pode ter os números exatos”, informa a agência, por meio de sua assessoria de comunicação. 
Oficialmente, sobre a prorrogação, a Adapec informou que o período da campanha ocorreu entre os dias 1º e 30 de novembro, porém foi estendido visando atender as solicitações dos produtores rurais prejudicados pelo longo período de estiagem, que teria debilitado os animais. Cerca de 4 milhões de bovinos e bubalinos, com até 24 meses de idade, serão envolvidos nesta etapa.
O presidente da Adapec, Humberto Camelo, acredita que com a extensão do prazo todos tiveram mais tempo para se organizarem. “Foi um caso atípico que precisou da nossa atenção, para que a saúde do rebanho fosse priorizada e continuássemos a garantir a manutenção do status sanitário livre da enfermidade”, enfatiza acrescentando que todos os produtores rurais que tenham rebanho, mesmo que não esteja em idade vacinal da campanha, terá que atualizar a ficha cadastral na Adapec, munido da carta-aviso.
De acordo com o responsável técnico pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, Márcio Rezende, para garantir a eficácia da vacinação, o produtor deve manter a vacina em caixa de isopor com gelo até o momento da aplicação, trocar a agulha a cada 10 aplicações e utilizar a dose de 5ml por animal. “Orientamos para que a aplicação seja feita na “tábua do pescoço”, preferencialmente à sombra”, destaca.
Na primeira etapa da campanha realizada em maio, deste ano, o índice vacinal foi de 99,54% do rebanho estimados em 8,7 milhões de bovídeos.
AS MULTAS
A multa para quem deixar de vacinar os bovídeos é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada. Além disso, ter sua ficha cadastral bloqueada e impedindo de movimentar os animais. (Com informações da Adapec)

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com