quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

EX-MARIDO SUSPEITO DE MATAR PROFESSORA TEM PRISÃO DECRETADA; ELE JÁ RESPONDIA POR 6 AÇÕES. ARAGUAÍNA NEWS


Médico chegou a ser detido no sábado por agredir Danielle Grohs, mas foi liberado após audiência


    Foto: Reprodução/Facebook
    Médico Álvaro Ferreira da Silva, ex-marido da vítima nega que tenha cometido o crime
    Principal suspeito de matar a professora da rede municipal de ensino de Palmas Danielle Christina Lustosa Grohs, o médico Álvaro Ferreira da Silva, ex-marido da vítima, teve prisão decretada, mas não está no Tocantins. O corpo da vítima foi encontrado no início da noite desta segunda-feira, 18, em sua residência, que fica na Quadra 1.104 Sul, com indícios de estrangulamento.

    Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), o médico havia sido preso no sábado, 16, por agredir Danielle. Após decisão judicial, em audiência de custódia, Silva foi solto.

    A suspeita é que a professora, que é natural de Rio Negro, Paraná, tenha sido vítima de homicídio, por estrangulamento, pelo próprio ex-marido, já que ele também já havia ameaçado e respondia por seis processos por violência doméstica.

    A Polícia Civil apura o caso e não descarta nenhuma linha de investigação. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontando a causa da morte deve sair em 15 dias.

    Foto: Reprodução/Facebook
    Corpo de Danielle Lustosa vai ser sepultado em Rio Negro, Paraná
    A mãe de Danielle, Simara Lustosa, veio a Palmas para buscar o corpo. Em postagem no Facebook, feita na tarde desta terça-feira, 19, ela declarou: "Embarque mais triste. Rumo a Palmas-TO buscar minha princesa que está com Deus".

    Danielle foi velada na noite desta terça-feira, em Palmas, e será levada para ser sepultada em Rio Negro (PA).

    Outro lado
    Em entrevista ao AF Notícias, o médico Álvaro Silva negou que tenha matado a professora. "Não tenho nada a ver com esse crime bárbaro. Estou em viagem e fiquei sabendo ontem [segunda] à noite", disse, afirmando ter "diversos álibis" e que vai provar sua inocência.

    Sobre as agressões que ocasionaram a prisão, Silva alegou que foi apenas uma discussão e que somente teria tomado o celular da mão de Danielle. Ele ainda afirmou que não fugiu e quer que tudo seja apurado.

    O médico ainda contou ao jornal que viajou na segunda-feira, 18, e retornará no dia 26. "Meus advogados já estão tomando as providências necessárias e só se manifestarão quando eu retornar".

    Condolências 
    Em nota de pesar, a Prefeitura de Palmas lamentou a morte da pedagoga, que atuava na sala de aula desde 2005. Segundo o Executivo municipal, Danielle era conhecida entre os amigos como "defensora dos animais".

    Ela se estabeleceu em Palmas há cerca de quinze anos e nos últimos doze fez parte da rede municipal de ensino. Sendo oito deles na Escola Municipal Paulo Leivas Macalão e os últimos três anos, na equipe da Escola de Tempo Integral (ETI) Professora Sueli Reche.

    "Estamos unidos à família, aos amigos e colegas de profissão. Apresentamos nossos votos de pesar e nos unimos em oração nesse momento de dor", finaliza a prefeitura.

    A Associação dos Servidores Municipais de Palmas (Assemp) também lamentou a morte da professora que era associada a entidade. "Muito querida entre docentes, alunos e servidores", lembrou.

    Confira a íntegra da nota da SSP
    "A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa - DHPP informa que, na data de 18 de dezembro de 2017, foi acionada, por volta de 18h30, em função de que o corpo de DANIELLY CHRISTINA LUSTOSA GROHS fora encontrado no interior da residência desta, razão pela qual a equipe plantonista desta especializada deslocou-se para o local indicado e, ao constatar a veracidade da informação, deu início às investigações.

    Apurou-se a existência de indícios de que tenha sido a vítima objeto de crime de homicídio, sendo instaurado o respectivo inquérito policial para apuração dos fatos e não restando nenhuma linha de investigação descartada até o momento.

    Observa-se que mais informações não poderão ser fornecidas, a fim de não prejudicar o resultado do procedimento policial.

    Contudo, solicita-se a imprensa a retificação de dados divulgados anteriormente, tendo em vista que o esposo da vítima fora submetido à prisão envolvendo violação à Lei Maria da Penha, em data anterior à morte de Danielly, e sua posterior soltura fora resultado de decisão judicial em audiência de custódia e não pelo pagamento de fiança estipulada por autoridade policial."


    Confira a nota de pesar da Prefeitura de Palmas
    "É com pesar que a Prefeitura de Palmas comunica o falecimento da professora Danielle Christina Lustosa Grohs, ocorrido na noite desta segunda-feira, 18. A professora da rede municipal de ensino de Palmas, nascida em Rio Negro, Paraná, atuava na sala de aula desde 2005, deixando muitos ensinamentos por onde passou.

    Conhecida entre os amigos como defensora dos animais, Daniella se estabeleceu em Palmas há cerca de quinze anos, se formou aqui na Capital e nos últimos doze anos fez parte da Educação de Palmas. Sendo oito deles na Escola Municipal Paulo Leivas Macalão e os últimos três anos se dedicou como educadora na equipe da Escola de Tempo Integral (ETI) Professora Sueli Reche.

    Estamos unidos à família, aos amigos e colegas de profissão. Apresentamos nossos votos de pesar e nos unimos em oração nesse momento de dor."


    Confira a íntegra da nota da Assemp
    "A Associação dos Servidores Municipais de Palmas – Assemp lamenta profundamente a morte da associada, professora Danielle Christina Lustosa Grohs, ocorrido na noite desta segunda-feira, 18.

    Muito querida entre docentes, alunos e servidores, a professora da ETI Sueli Reche foi vítima de um tipo de violência que, na contramão dos avanços da sociedade, está, lamentavelmente cada dia mais presente entre nós. A Assemp repudia veemente este tipo de crime que infiltra o medo dentro dos próprios lares.

    A Assemp, na pessoa de seu presidente Cleison Nunes e de todos os membros da Diretoria, se associa ao pesar familiar e à crença de que encontrarão conforto na fé e na solidariedade, e ainda, na esperança que a Justiça seja feita."

    - Matéria atualizada às 12 horas

    Fonte: Portal Cleber Toledo 

    Sobre o Autor

    Araguaina News

    Autor & Editor

    Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

     
    ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com