segunda-feira, 19 de março de 2018

DUPLA SUSPEITA DE MATAR LAVRADOR A PAULADAS E JOGAR O CORPO NO RIO ARAGUAIA É PRESA. ARAGUAÍNA NEWS


Além de matar a vítima a pauladas, os suspeitos jogaram o corpo, amarrado a uma bomba costal cheia de concreto, dentro do Rio Araguaia
Bombeiros realizaram buscas pelo corpo da vítima, sem sucesso Divulgação
Policiais Civis da 10ª Delegacia Regional de Araguatins prenderam nesta sexta-feira, 16, no Pará e no Tocantins, dois suspeitos pelo assassinato do lavrador Manoel da Conceição, ocorrido em novembro do ano passado, no Povoado Trecho Seco, no município de São Bento. Além de matar a vítima a pauladas, os suspeitos jogaram o corpo, amarrado a uma bomba costal cheia de concreto, dentro do Rio Araguaia.

Conforme o delegado Eduardo Morais Artiaga, a dupla teria cometido os crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. A primeira prisão ocorreu na cidade de Palestina (PA), onde Antônio de Jesus Araújo dos Santos, “Tuica”, foi preso e confessou o crime, entregando ainda seu companheiro no assassinato, Elisângelo de Oliveira Nunes, conhecido como “Aleijadinho”, morador do Povoado Trecho Seco, onde o homicídio ocorreu.

À polícia, Antônio revelou detalhes do crime, confessando que ele e Elisângelo mataram a vítima a pauladas e levaram o corpo para jogar no Rio Araguaia, nas proximidades do Povoado Falcão, já no município de Araguatins. Segundo relatou o suspeito, o corpo foi levado numa motocicleta, pilotada por Elisângelo, enquanto Tuica, na garupa, segurava a vítima. Após chegar nas proximidades do rio, a dupla amarrou o cadáver a uma bomba costal cheia de concreto e jogou o corpo nas águas.

Após a confissão, os investigadores acionaram a Perícia e o Corpo de Bombeiros de Araguatins e foram ao local para as buscas, mas o corpo não foi encontrado, segundo a polícia, devido ao grande volume de água no Araguaia que está na época de cheia em razão das chuvas.

No final do dia, Elisângelo foi preso no Povoado Trecho Seco. No interrogatório, ele também confessou a autoria do crime, dizendo que decidiu matar Manoel após um negócio desfeito da compra de uma casa, que havia sido realizado com a vítima. O suspeito contou que teria pedido a Manoel a devolução de R$ 4 mil que ele tinha pago na compra da casa, mas como o lavrador não tinha mais o dinheiro para devolver ao acusado, este teria ficado enfurecido e articulado a morte de Manoel, juntamente com Tuica, que recebeu como pagamento uma motocicleta de Elisângelo, que planejava ficar com a casa de Manoel.

De acordo com a polícia, os suspeitos foram recolhidos à Cadeia Pública de Araguatins e aguardarão por julgamento.


T1 To

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com