terça-feira, 29 de maio de 2018

POLÍCIA FEDERAL ABRE 48 INQUÉRITOS PARA APURAR SUSPEITA DE LOCAUTE NA GREVE. ARAGUAÍNA NEWS


Associações afirmam que caminhoneiros que ainda estão nas ruas são infiltrados



Apesar da decisão da maioria das organizações que representam os caminhoneiros de acabar com as manifestações, cerca de 250 mil caminhões permaneciam nas rodovias nesta segunda (28), o que equivale a 30% dos caminhoneiros que estavam participando das manifestações.
Na última semana, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, levantou a possibilidade de locaute, ou seja, quando entidades patronais se recusam a dar aos trabalhadores os instrumentos necessários para que eles desenvolvam o seu trabalho. A prática é proibida pela legislação.
Para investigar a possibilidade de locaute, a Polícia Federal abriu 48 inquéritos em 25 estados para apurar as supeitas. Representantes de associações que representam caminhoneiros e empresários já começaram a ser ouvidos pela PF. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) também investiga o envolvimento de empresas com a greve dos caminhoneiros, que já dura nove dias. As provas recolhidas pelo Cade serão compartilhadas com a PF e o Ministério Público Federal (MPF).

Segundo algumas associações de caminhoneiros informaram, esses grevistas não seguem as lideranças tradicionais. Entre as reivindicações desses caminhoneiros está a saída de Michel Temer da Presidência da República e até intervenção militar. Por isso, as medidas apresentadas pelo governo não agradam alguns dos grevistas que continuam com bloqueios pelas rodovias federais. O presidente da Associação Brasileira doas Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, afirma que agora os que estão nas rodovias são infiltrados, que ameaçam os caminhoneiros que querem deixar os pontos de bloqueio.
Reivindicações diferentes
Acordo
Neste domingo (27), o governo anunciou novas medidas para atender as exigências dos caminhoneiros. A redução do preço do diesel na bomba está congelado em R$ 0,46 por litro, por 60 dias. Segundo o presidente Michel Temer, esse desconto equivale a zerar as alíquotas da Cide e do PIS/Cofins.
O governo anunciou ainda a suspensão da cobrança do pedágio dos eixos suspensos dos caminhões em todo o país, além de estabelecer um valor mínimo para o frete rodoviário. As medidas foram publicadas nesta segunda no Diário Oficial da União e já chegaram no Congresso Nacional, ainda nesta segunda, para serem discutidas por uma comissão mista.
O requerimento de urgência do projeto de lei que isenta diesel de PIS/Cofins foi aprovado pelo Senado. Depois de limpar a pauta da Casa, os senadores podem começar a discutir a proposta ainda nesta terça (29), mesmo que ainda não haja consenso para a votação.


Diário do poder

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com