segunda-feira, 11 de junho de 2018

ANNTT E CAMINHONEIROS VOLTAM A SE REUNIR PARA DEBATER PREÇO MÍNIMO DO FRETE. ARAGUAÍNA NEWS


Tabelamento do frete era uma das reivindicações dos caminhoneiros durante a greve deflagrada em maio

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e representantes de caminhoneiros voltam a se reunir nesta segunda (11) para discutir a criação de uma nova tabela com os preços mínimos de fretes para o transporte rodoviário.

Na sexta, o presidente Michel Temer afirmou que o governo estudava “uma adaptação à [segunda versão] da tabela dos preços mínimos do frete”. Desde que o governo voltou atrás com a decisão, a primeira tabela — editada no dia 30 de maio — da ANTT está em vigor novamente.
Na última semana, o governo revogou a tabela publicada após contestação dos caminhoneiros. As duas partes se reuniram na última sexta (8), mas não chegaram a um acordo.
O tabelamento do frete era uma das reivindicações dos caminhoneiros durante a paralisação deflagrada no dia 21 de maio. O assunto gera impasse: de um lado, os donos de transportadoras rodoviárias e caminhoneiros autônomos se queixam que os valores atuais dos fretes não cobrem os custos das viagens (combustível, pedágio, alimentação, etc); do outro lado, empresários alegam que o estabelecimento de um valor mínimo para o frete limita a concorrência e aumenta os custos do transporte de cargas.
A expectativa da ANTT é de que a reunião desta segunda não será conclusiva. Não há previsão também de quando será anunciada a terceira versão da tabela de preços mínimos do frete.

Diário do poder 

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com