quarta-feira, 27 de junho de 2018

ANVISA ALERTA QUE PROJETO PODE LIBERAR AGROTÓXICO COM POTENCIAL CANCERÍGENO. ARAGUAÍNA NEWS


Comissão da Câmara aprovou na segunda o PL do Veneno, que flexibiliza uso de agrotóxicos

Potencial cancerígeno, desregulação dos hormônios, ativação de mutações e danos ao aparelho reprodutor são problemas provocados por nove agrotóxicos atualmente proibidos pela Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) voltou a se manifestar contra o projeto de lei 6299/02, que foi aprovado na segunda-feira, 25, em comissão especial na Câmara dos Deputados e agora segue para votação no plenário da Casa. Conhecido como PL do Veneno, o projeto busca flexibilizar a Lei dos Agrotóxicos. A proposta determina que só devem ser proibidos agrotóxicos cuja avaliação apontem para “risco inaceitável”.
Porém, de acordo com a Anvisa, nove substâncias vetadas são consideradas de difícil avaliação. Entre os problemas desses produtos, são citados potencial cancerígeno, hormônios desregulados, mutações e danos ao aparelho reprodutor.
As substâncias agrotóxicas são: Endossulfam (usado em cacau, cana de açúcar, café, etc); Cihexatina (usado em maçã, morango, pêssego, café e berinjela);  Tricloform (usado em feijão, abacaxi, alface, abóbora, amendoim, etc.); Monocrotofós (usado em amendoim, batata, feijão, etc.) , Pentaclorofenol, Lindano, Metamidofós (usado em amendoim, batata, feijão, tomate, etc.); Parationa Metílica (usado em alho, arroz, batata, cebola, feijão, etc) e Procloraz (usado em tomate, cebola, cenoura, melancia, etc.).
Com o novo projeto, estaria prevista a liberação de registros temporários de substâncias, mesmo sem a conclusão da análise pelos órgãos reguladores. A preocupação da Anvisa é que com a flexibilização da lei, esses produtos proibidos passem a ser amplamente utilizados.
Para a Anvisa, o PL não contribui com a melhoria, disponibilidade de alimentos mais seguros ou novas tecnologias para o agricultor e nem mesmo com o fortalecimento do sistema regulatório de agrotóxicos.
“A Anvisa vai continuar mantendo sua posição de mostrar os prejuízos e riscos que esse PL, caso aprovado, trará para a saúde da população, até a última instância possível”, afirma o diretor-presidente da agência, Jarbas Barbosa.


Diário do poder

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com