segunda-feira, 18 de junho de 2018

BIÓLOGO FAZ POMAR NO QUINTAL DE CASA COM MAIS DE 100 ESPÉCIES FRUTÍFERAS. ARAGUAÍNA NEWS


Pomar está localizado bem no centro de Gurupi. No lugar, que já foi uma área degradada, existem mais de 50 pés de açaí, além de plantas asiáticas, raras na região do cerrado.



Biólogo fez pomar no quinta de casa, bem no centro de Gurupi (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)


Biólogo cria pomar com mais de 100 variedades de plantas

O biólogo Marcos Teixeira Marcolino criou um pomar no quintal da casa dele, no centro de Gurupi, no sul do estado. O local, criado há 11 anos, reúne mais de 100 variedades de espécies frutíferas cultivadas em uma área de 22 mil metros quadrados.
"Começou como uma brincadeira, plantando uma coisa e outra e comecei a ter o desafio, de experimentar variedades que ainda não tinha. Nós temos o costume de fazer uso de poucas espécies. As pessoas conhecem frutas como maçã, pera, mamão e para por aí", explica o biólogo Marcos Teixeira Marcolino.
Aliado a prática no plantio das espécies, o biólogo recorre a teoria encontrada em um livro que ele carrega. Um almanaque que tem tudo sobre botânica. Muito do que está nas páginas ele já se desenvolve no pomar.
Frutos comuns como o mamão e coco da Bahia foram os primeiros a serem cultivados, mas no local também crescem vigorosas plantas asiáticas, raras na região do cerrado. "Tenho a lichia, usada para fazer coquetéis, sorvetes, além do consumo in natura", diz.
Brota exuberante a ravenala, uma palmeira típica de Madagascar, um país da África Oriental. No pomar existe também uma palmeira natural das ilhas do oceano pacífico. Segundo o biólogo, a semente foi trazida do Havaí. Apesar do visual suculento dos frutos, não são comestíveis. A palmeira é só ornamental.
"Essa árvore de grande porte é típica da África do Sul, onde serve de alimento para macacos, girafas, elefantes. É a amarula, que serve para fazer licor. A fermentação dela na árvore possui uma quantidade excedente de álcool."
Ainda sobre as espécies de origem internacional, o biólogo se orgulha em cultivar as tâmaras e aguarda os primeiros frutos. Tem também muitas espécies nacionais como o bacupari da Amazônia e o araçá rosa.
Outra riqueza é o açaí. As palmeiras foram um paredão. São mais de 50 pés, a maior parte já produzindo cachos do fruto. Não é difícil encontrar temperos como pimenta do reino e frutos exóticos, como a amora gigante. Alguns cítricos, que mais parecem decorativos, produzem bem como a mexerica kikan.

G1 To

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com