segunda-feira, 4 de junho de 2018

PETROBRAS PODE DISCUTIR MUDANÇA NA POLÍTICA DE REAJUSTES COM O GOVERNO. ARAGUAÍNA NEWS


Atualmente, combustíveis chegam a ser reajustados diariamente pela estatal

Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Petrobras deve aceitar discutir com o governo a política de reajuste diário da gasolina e aumentar a periodicidade das mudanças nos preços dos combustíveis. Para isso, a condição da estatal é a de que ela não perca o lastro do preço do Brasil em relação ao preço praticado internacionalmente, além de ser protegida contra a importação em períodos em que o preço do mercado externo tiver abaixo do vigente no Brasil.

Na última sexta (1º), Pedro Parente anunciou sua demissão da presidência da Petrobras, causando a queda das ações da estatal no mercado. No mesmo dia, o Palácio do Planalto anunciou Ivan Monteiro, então diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, como substituto de Parente. O discurso do novo nome, no entanto, foi a de que a política de preços não mudaria.
Outro ponto em questão para que haja a negociação entre a estatal e o governo federal é a de que a Petrobras não fique no prejuízo com uma eventual mudança na atual política de reajuste do preço dos combustíveis.
Só neste ano, a Petrobras já fez duas alterações em políticas de reajustes de preço: no do gás de cozinha, que passou a ser trimestral; e no diesel, que será mensal, de acordo com o acordado com os caminhoneiros durante a greve da categoria. Por 60 dias, o combustível terá o preço congelado, parte do subsídio de R$ 0,46 para redução no preço do diesel.
Desde que a greve dos caminhoneiros foi deflagrada no dia 21 de maio, a atual política de reajuste de preços da Petrobras vem sendo alvo de duras críticas. O congelamento dos preços é uma medida já rejeitada. Porém, a mudança para uma política de menor volatilidade pode ser definida.


Diário do poder 

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com