segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Jovem procurado por matar namorada posta foto com segundo suspeito de crime: 'tamo junto'. Araguaína News


Silas Barreira Borges, de 23 anos, é amigo do principal suspeito do assassinato, Iury Mendanha. Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em um matagal de Palmas.




Iury (d) publicou uma foto numa rede social um dia após Patrícia ser encontrada morta (Foto: Divulgação)























Iury (d) publicou uma foto numa rede social um dia após Patrícia ser encontrada morta (Foto: Divulgação)
A Polícia Civil identificou o segundo suspeito do assassinato de Patrícia Aline dos Santos, de 29 anos. Ele é Silas Barreira Borges dos Santos, de 23 anos, e é amigo do namorado da vítima, Iury Italu Mendanha, principal suspeito do crime. Os dois aparecem juntos numa foto publicada em uma rede social no mesmo dia em que o corpo da vítima foi encontrado, na última quinta-feira (8), com a seguinte legenda: “Tamo junto meu irmãozinho”. As informações são do delegado Israel Andrade, responsável pelas investigações.
Silas também está sendo procurado pela polícia. O delegado Israel disse que vai pedir a prisão dele, já que o jovem não se apresentou na delegacia e nem foi encontrado em casa.
Ele seria o homem que aparece em um vídeo, juntamente com Iury, horas antes de a jovem ser encontrada morta. Nas imagens, gravadas pela câmera de segurança de uma padaria, é possível ver que Iury chega ao local acompanhado pelo amigo.
Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (TO) (Foto: Arquivo Pessoal)Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (TO) (Foto: Arquivo Pessoal)
Patrícia Aline dos Santos foi encontrada morta em matagal na zona norte de Palmas (TO) (Foto: Arquivo Pessoal)
No vídeo, Iury chega dirigindo e desembarca sozinho do carro. Ele chama Patrícia na porta e os dois conversam por alguns minutos até que o homem, que seria Silas, também desce do veículo. Os três ficam no local por mais alguns minutos e voltam para o carro juntos, desta vez com Iury no banco do passageiro e Patrícia no banco de trás.
A jovem parecia tranquila e chegou a abraçar o suspeito durante a conversa. Amigos de Patrícia disseram à polícia que ela usou a mesma roupa durante todo o dia, o que pode indicar que ela não esperava a visita e não estava preparada para sair de casa. O vestido é o mesmo com o qual ela foi encontrada morta.
Patrícia entrou no carro com ex-namorado e um amigo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A morte

A jovem foi encontrada em um matagal na última quinta-feira (9), perto de um shopping, na quadra 107 Norte, em Palmas. Dias antes do crime, ela pediu ajuda para uma amiga pelo WhatsApp, afirmando que o namorado queria matá-la. Segundo o delegado responsável pelo caso, Israel Andrade, o corpo de Patrícia tinha marcas de tiros.
As amigas chegaram a orientar que ela procurasse a polícia, mas durante os dois meses em que estiveram juntos, Patrícia nunca apresentou queixa contra ele na polícia.
"Inclusive, um dia antes de morrer, em uma das mensagens, ela diz: 'Amiga, eu estou com um mau pressentimento, eu acho que o Iury vai me matar'. A amiga falou para ela procurar a polícia, ela não quis, falou que não queria que chegasse a esse ponto, que iria deixar", relatou o delegado.
A Polícia Civil revelou ainda que Patrícia já sofreu violência de um ex-companheiro, com quem morou na capital. “Achamos o boletim de ocorrência que ela registrou junto à delegacia da mulher reclamando que o seu atual companheiro, na época, havia agredido e ameaçado ela de morte. A Justiça deferiu a medida protetiva afastando ele de chegar perto dela, ele descumpriu a medida protetiva, chegou a agredi-la novamente e ameaçá-la. Está tudo registrado", informou o delegado Israel.

Áudio de Patrícia

Em uma mensagem de áudio enviada para uma amiga, Patrícia relata momentos de terror que viveu quando o namorado pulou o muro da casa dela e disse que ia matá-la. A Polícia ainda procura por Iury Italu Mendanha.
Patrícia: Eu não quero mais. Uma que nós estamos brigando muito e outra que ele quer ficar me xingando, amiga, de vagabunda. E ele já avançou em mim duas vezes. Uma ele bateu na minha cara e a outra ele jogou o celular nos meus braços. Não quero uma pessoa que fica com esse ciúme obsessivo de amiga, de cachorro, de academia. Não tô aguentando mais não. Aí eu fui, larguei, ele foi e perdeu a cabeça. Saiu do serviço, foi direto pra minha casa e pulou o muro. Aí eu não quis abrir a porta pra ele, e ele foi e falou que ia me matar. Eu fui, liguei pra minha amiga, pedi ajuda e ela foi lá me buscar. Ele pegou e falou que ia atrás de uma arma, ia voltar e ia me matar.

g1 to

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com