segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Burocrata da Previc desrespeita o limite e ganha mais que ministro do STF. Araguaína News


Superintendente de Previdência Complementar (Previc) ignora limite legal

Previc ignora Constituição e diretor Fabio Coelho ganha mais que ministros do STF. Foto: Jefferson de Almeida/Carla Camp
Diretor-superintendente substituto da Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar), Fábio Henrique de Sousa Coelho recebe salários acima do teto permitido pela Constituição há meses. Sem sofrer “abate-teto”, como os demais diretores, Coelho recebe R$34,7 mil por mês, cerca de R$1 mil a mais que ministros do Supremo Tribunal Federal, segundo o Portal da Transparência. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Ao contrário de Fábio, os diretores Carlos Alves (Licenciamento) e Sergio Taniguchi (Fiscalização) têm R$3,1 mil abatidos do salário.
Fábio Coelho é servidor do Banco Central cedido à Previc. Os diretores com salários ajustados ao teto constitucional são cedidos pela Receita.
A Previc alega que a “incompatibilidade operacional” dos sistemas de pagamento foi identificada e busca “solução” para “restituir os valores”.

Diário do poder 

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com