terça-feira, 27 de novembro de 2018

Comissão de ética confirma processo disciplinar contra vereador por apologia à pedofilia. Araguaína News

A comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Vereadores de Palmas confirmou que vai abrir um processo disciplinar contra o vereador Lúcio Campelo (PR) por fazer apologia a pedofilia durante uma sessão parlamentar. O pedido de investigação por quebra de decoro foi feito pelo Ministério Público na última sexta-feira (23). A polêmica começou após o parlamentar dizer que "é a favor da pedofilia".
A informação consta em um documento enviado ao MPE pelo presidente da comissão de Ética e Decoro de Parlamentar, vereador Filipe Martins (PSC). O processo administrativo tem o tramite definido pelo código de ética da Câmara de Vereadores e o vereador pode até perder o mandato.
"Outrossim, a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar lamenta o ocorrido com o nobre parlamentar, Ver. Lúcio Campelo, porém reconhece que a lei é dura, mas é a lei", diz trecho do documento.
G1 entrou em contato com o gabinete do vereador Lúcio Campelo e aguarda posicionamento sobre a investigação.
A polêmica começou durante uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça, no início da semana passada. O grupo estava votando a criação da Semana de Combate à Violência e Abuso Sexual contra Crianças e Adolescentes, quando o Campelo disse: "eu sou é a favor da pedofilia".
Após a repercussão da fala, o vereador pediu desculpas e disse que se confundiu com as palavras ao tentar antecipar o voto sobre o projeto. "Todos nós aqui sabemos que antecipamos os votos e ao tentar fazer isso nós cometemos um erro. Quero assumir o erro que cometi, pedir desculpas a sociedade palmense por ter errado", disse.
--:--/--:--
Vereador fala que é a favor da pedofilia durante sessão da comissão e justiça em Palmas

Entenda

O pedido de investigação foi feito pelo promotor Sydney Firori Júnior, que é coordenador do Centro de Apoio operacional às promotorias da Infância e Juventude do Ministério Público Estadual.
"Quem trabalha em processos criminais de estupro e crimes contra dignidade sexual sabe a quantidade de casos envolvendo. Então é muito triste verificar um vereador falar uma frase dessa que pode até incentivar outros crimes", afirmou o promotor.
A Câmara de Vereadores de Palmas disse que é contra qualquer abuso infantil e que abomina tal prática, estando a disposição da sociedade para elaboração de mecanismos que possam proteger a infância.
Apesar da fala do vereador, o projeto para criação da Semana em Combate à Violência Contra Criança e o Adolescente foi aprovado por unanimidade pela comissão de Constituição e Justiça. Na próxima quarta-feira (28), projeto será votado por outra comissão. Se for aprovado novamente vai ser levado para o plenário.

G1 Tocantins 

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com