segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Moro entra de férias e afirma que pedirá exoneração perto da posse. Araguaína News


Ele aceitou convite de Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça

Veículos alinhados com o PT elogiaram a indicação, mas acusam o magistrado de perseguir o partido. (Foto: Jose Lucena/Futura Press/Folhapress)
O juiz federal Sérgio Moro apresentou nesta segunda (5) o seu pedido de férias acumuladas durante os quatro anos em que comandou a Operação Lava Jato em Curitiba. Com isso, começa o processo de afastamento do magistrado das audiências ligadas à operação.
O tempo pedido é de 17 dias, período remanescente dos anos 2012 e 2013. Quando essa solicitação acabar, no dia 21 de novembro, Moro deve fazer um novo pedido de férias, que dura dessa vez até o dia 19 de dezembro. A partir de agora, Moro participa do trabalho de transição entre os governos Temer e Bolsonaro, que começa esta semana.
Na última quinta (1º), o juiz aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o Ministério da Justiça, que a partir do próximo ano reunirá a área de Segurança Pública — incluindo a PF, a PRF e a Força Nacional de Segurança —, a Controladoria-Geral da União (CGU) e Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
No entanto, a exoneração de Moro do cargo de juiz titular da 13ª Vara Federal de Curitiba acontecerá apenas próximo a sua posse como ministro, em janeiro do ano que vem. A decisão do magistrado adia a escolha de um novo titular para a vara que concentra as ações da Operação Lava Jato. Por enquanto, a juíza substituta Gabriela Hardt ficará no comando.

Diário do poder 


Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com