quinta-feira, 7 de março de 2019

Sargento da PMDF flagra médicos vendo TV com sala de espera lotada de doentes. Araguaína News


Secretaria de Saúde afirmou que funcionários eram dentistas e ginecologista que aguardavam novas demandas

PM cobra atendimento de funcionários em descanso em hospital cheio. Foto: Reprodução
Em um vídeo que circula pelas redes sociais, desta terça de carnaval (5), o sargento da Polícia Militar Flávio Mendes cobra o porquê de funcionários do Hospital Regional de Brazlândia (HRBz) estarem descansando, enquanto é cobrado por atendimento pelos pacientes que estão no local.
“Fui abordado ali por pacientes que estão perguntando porque não está tendo atendimento no hospital. Está atrapalhando meu trabalho”, disse o sargento. “Lá está cheio de pessoas procurando atendimento.”
Um outro médico aparece na porta da sala de descanso e questiona a abordagem do policial. “Não há necessidade de cobrar”, afirmou o funcionário. O sargento tenta saber o nome do médico que o questiona, sem sucesso.
Ao cobrar mais uma vez pelo atendimento dos médicos que estão na sala de descanso, Mendes é informado que não são médicos e sim dentistas.
Confira o vídeo:
Por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal confirmou a informação de que na sala estavam dois dentistas e um ginecologista “em descanso, no aguardo de novas demandas”.
Ainda segundo a pasta, os profissionais que aparecem nas imagens trabalham na escala de 18 horas de trabalho, precisando “descansar 6h para voltar a cumprir a escala de mais 6h”.
A Secretaria informou ainda que o Hospital de Brazlândia tinha, no momento, dois clínicos escalados para cada turno de plantão. Estavam sendo realizados apenas atendimentos de casos classificados como vermelho, laranja e amarelo — “pacientes graves ou com possibilidade de tornarem-se graves em caso de não atendimento”, segundo a Secretaria.
Pacientes internados na enfermaria do Pronto Socorro e no box de emergência também estavam sendo atendidos pelos funcionários de plantão. Pacientes classificados como verde, ou seja, sem gravidade eram encaminhados para a unidade básica de saúde.
Espera lotada
O policial gravou ainda a sala de espera do hospital lotada de pacientes em busca de atendimento. Segundo Mendes, a presença dele foi solicitada por quem estava no local. O sargento questiona a um paciente a quanto tempo ele estava esperando. O homem responde que estava esperando desde às 14h, cerca de quatro horas.
“Cheguei aqui o doutor Sérgio estava na sala dele. Tivemos que incomoda-lo para atender um paciente”, afirmou o PM. “Ele disse que só ia atender paciente que estava infartado. Perguntei se ele ia atender os quase 200 pacientes e ele disse que não.”
Nas redes sociais, a atitude do policial militar tem repercutido de maneira positiva. Alguns internautas chegam a pedir para que o sargento vá ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), no de Planaltina e do Paranoá, por exemplo.

Diario do poder 

Sobre o Autor

Araguaina News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com