quinta-feira, 2 de maio de 2019

Campanha quer vacinar 8,6 milhões de animais contra a febre aftosa no Tocantins. Araguaína News



A campanha de vacinação contra a febre aftosa começou em todo o Tocantins e tem como meta imunizar 8,6 milhões de animais até o dia 31 de maio. Os medicamentos podem ser aplicados em bois, vacas e búfalos e servem para evitar que os animais contraiam a infecção que pode até matar os bovinos e bubalinos mais jovens.
As doses deve ser adquirida em lojas veterinárias licenciadas. Depois da compra, o criador terá 10 dias para comprovar a vacinação em qualquer unidade da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec). Ao todo, 56,4 mil propriedades rurais devem participar do processo.
A multa para quem deixar de vacinar é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada. A medida é considerada essencial para manter o status de zona livre da febre aftosa que o Tocantins tem atualmente. O selo permite que a carne produzida no estado seja vendida para outros países.
Entre janeiro e março de 2019 o Tocantins já vendeu US$ 33,7 milhões em carne para o exterior, principalmente para a China e o nações do Oriente Médio. O produto representa, atualmente, quase 30% de tudo o que é exportado pelo estado.
Veja recomendações aos proprietários na hora de vacinar o rebanho:
  • Manter a vacina na temperatura ideal, entre 2°C e 8ºC, até o momento da vacinação.
  • Reunir o rebanho e vacinar nas horas mais frescas do dia.
  • Usar agulhas novas, adequadas e limpas. O ideal é trocar a agulha a cada 10 aplicações para evitar caroços e inflamações.
  • Vacinar na tábua do pescoço do animal, podendo ser no músculo ou embaixo da pele.


G1 Tocantins 

Sobre o Autor

Araguaína News

Autor & Editor

Araguaína News é uma página destinada a compartilhar informações com toda a comunidade de Araguaína e Região.

 
ARAGUAÍNA NEWS © 2015 - Editado por: Romilson Gomes | > Templateism.com